terça-feira, 2 de março de 2010

Por que crer em Deus?

Cada vez mais tenho certeza de uma coisa na vida: religião é muito complicado de discutir (impossível, dependendo da religião e do religioso). Toda vez que me perguntam: “Vinicius, por que você não acredita em Deus?”, eu digo: “A pergunta certa seria por que você acredita em Deus.”. Eu não acredito porque não tenho motivos para acreditar. E você, tem motivos?

É extremamente comum de se ver carros com adesivos “Presente de Deus”, ou expressões como “Eu consegui por causa de Deus”. Nada disso faz sentido. O carro foi você que comprou, com seu dinheiro, que veio do seu esforço, que veio da sua vontade. Deus não fez absolutamente nada. Aliás, pela lógica, Deus é como um chefe de um departamento de uma empresa, onde os funcionários fazem o serviço, e Ele leva o crédito. Assim tá fácil.

Quando eu argumento com uma pessoa sobre a inexistência de Deus, quase sempre recebo uma resposta assim: “Você tem a mente fechada, não entende a verdade absoluta”. Isso de certa forma irrita, pois não faz o menor sentido. Se você provar a existência de Deus para um ateu, ele vai acreditar. Se você provar a inexistência de Deus para um religioso, ele não vai acreditar, pois foi condicionado aquilo desde criança e “treinado” para não utilizar o bom senso quando fala sobre religião.

É comum encontrar, na religião, pessoas que “melhoram” suas respectivas crenças. Quem nunca viu um católico defender o aborto ou defender um homossexual? Não pode, é contra o que sua crença prega. Se você é católico, condene quem aborta e condene homossexuais. Pratique o que você prega, ou então desista de sua religião, pois você estará apenas fazendo papel de idiota vivendo nessa hipocrisia.

Richard Dawkins, autor do livro “Deus, o delírio”, diz que não existem crianças católicas, ou crianças muçulmanas, o que existe são crianças de pais católicos e crianças de pais muçulmanos. Desde pequeno, o indivíduo é condicionado a acreditar naquilo que seus pais acreditam a partir do momento que o levam para encontros de suas respectivas religiões, ou o faz participar de eventos mais importantes (como a primeira eucaristia, no catolicismo). Isso praticamente desarma a criança e a priva de começar a pensar por conta própria, principalmente quando os pais repreendem qualquer tipo de questionamento sobre suas crenças.

Vários contos da Bíblia contradizem outros. Na história de Jó, Deus (sim, aquele onipresente e onisciente) é persuadido pelo Diabo, a testar a fé de Jó. Assim sendo, Deus tirou suas riquezas, saúde e matou seus filhos. Que tipo de Deus bondoso, compreensível e piedoso mataria os filhos de alguém APENAS PARA TESTAR SUA FÉ? Mesmo com tudo sendo arrancado de sua vida, Jó continuou acreditando em Deus, que depois, devolveu tudo em dobro. Ou seja, filhos mortos foram apenas substituídos por filhos novos (que amável).

Na história da Arca de Noé, Deus acaba com o planeta, matando todas as pessoas e animais que estavam fora da arca. Já acaba com a teoria de um Deus piedoso. Ele fez isso porque a humanidade estava fora do rumo que Ele queria. Já acaba com a teoria de Deus ser perfeito, pois ele errou ao criar o homem. Depois de tudo, Ele se arrependeu do que tinha feito. Acaba com a teoria de ser onisciente, pois ele se ele soubesse de tudo, não teria errado, não teria deito o dilúvio, não teria matado o planeta para depois se arrepender. História extremamente falha.

Meu conceito de religião é: Transferência de responsabilidades, conquistas e culpa para um ser superior, a fim de conseguir suporte para os momentos ruins da vida, motivos para as perdas tristes e explicação para as coisas boas que acontecem. E como muitos religiosos já me disseram: “Acreditar em Deus me faz sentir bem, me faz sentir seguro”. Por que tanta insegurança da vida, por que tanto medo? Segundo o catolicismo, você deve ser temente a Deus. Ou seja, além de ter medo do mundo, você deve temer a Deus também? Se seu Deus deve ser temido, é porque não merece respeito.

30 comentários:

  1. Loira peituda gostosa e molhadinha.2 de março de 2010 19:34

    Richard Dawkins é um cara que traz muitas críticas que são construtivas, mas ele já tá fazendo uma industria com essa história de ateísmo. Mas ele é bem convincente com os seus argumentos, sim. Acredito que é melhor colocar algum radicalismo crítico no mundo para tentar equilibrar todo o radicalismo mítico que existe.

    Texto bem escrito, novamente, parabéns. As idéias estão organizadas e meigas, como numa espécie de carta de entrada direto para o inferno.

    Sou uma leitora com tesão por idéias críticas, bom te ler.

    ResponderExcluir
  2. Seu grande problema é confundir Deus com religião...
    Religião é uma criação humana,e Deus é Deus,simples demais por isso se torna tão complexo pra você!!!

    ResponderExcluir
  3. Loira Peituda: Muito bom a parte do "carta direto para o inferno", ri muito aqui! Que bom que você gostou!

    Liah: Se a religião não existisse, Deus não ia existir também, isso é extremamente lógico. Desculpe, mas seu argumento foi totalmente inválido.

    ResponderExcluir
  4. Como Já havia comentado com vc, o assunto em tese ainda é polêmico pq a humanidade foi cegada pelo cristianismo...

    A pergunta é... Deus criou o Homem ou O Homem criou Deus?

    ResponderExcluir
  5. Religião nada mais é que uma cultura. como disseste, crescemos dentro de uma religião, de acordo com a crença dos nossos pais.
    Muitas pessoas depois que crescem abandonam por um tempo a religião, mas o ser humano (quando esta na pior) precisa criar esperanças de que as coisas irão melhorar, que ainda há esperança, acreditar que existe um poder maior que poderá ajudá-lo. por isso vemos muito pessoas desacreditas com a vida voltando ou começando a crer em Deus
    Deus nada mais é que esperança. Um motivo pra para as pessoas crerem que tudo vai dar certo, é só um motivo pra passarem a ser otimistas.
    Minha opnião
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Meus parabéns pelo texto, escreves muito bem, apesar de não concordar com, e acreditar que não crês em Deus por “influência” dos homem,tudo que você falou e que leva a sua descrença é baseada no ato humano,no que você vê e lê...a bíblia não pode ser nunca vista como forma de representar Deus já que foi escrita por homens...Concordo com a Liah, acho que você confunde religião com Deus,e não creio que se não existisse religião não existiria Deus...Concordo em muitas partes como você, mas acho que o titulo não se encaixa com o texto já que sua descrença seja mais com religião!!
    Continue assim, seu blog é um daqueles bem interessantes!!!

    ResponderExcluir
  7. Deuses surgiram como uma necessidade do homem para explicar alguns fatos. Com o desenvolvimento da ciência a necessidade de deuses foi decrescendo.
    Uma pessoa razoável que vive de forma racional e sem influência cultural, hoje, jamais teria necessidade de buscar em deus(es) a justificativa para algo.
    É, a fé ecziste. É um finónimo natural do ser humano. Se tu tens fé que teve uma entidade mítica que criou um mundo bonitinho para morar, ótimo. Prefiro ter fé em evidências, mostrando que tudo que existe hoje é resultado de um longo processo de evolução, e permitem uma intepretação mais tangível da realidade.
    A fé acontece, mas não significa que é transcendental. É apenas humano. ¬¬
    O Vinícius é um hegeu maldito, dedurem ele pro papa.

    ResponderExcluir
  8. Deus é do mesmo saco da religião...
    Imaginem que nunca, em momento algum, na história da Terra, tivesse existido qualquer religião. Essa palavra nem existia, muito menos seu conceito. Existiria Deus para as pessoas? As pessoas falariam com Deus, acreditariam e pediriam forças para Deus? Não.
    Toda religião tem seu Deus, que, por sinal, já está virando conceito universal entre as mais diversas crenças. Quem acredita em Deus, o conheceu através de alguma religião. Não faz sentido acreditar em Deus, e não acreditar em religião. É como os evangélicos, que acreditam em Jesus mas negam totalmente a existência de santos... Desculpe, mas é tudo da mesma mitologia.

    ResponderExcluir
  9. Ah gente, não ter religião e crer em Deus é, na minha concepção, medo de dizer que Deus não existe. O nosso inconsciente está condicionado a temer o castigo divino por conta do ceticismo com relação a Deus, mesmo.
    Resumindo: Agnósticos = Ateus enrustidos
    Bora sair do armário, galera!

    ResponderExcluir
  10. Tenho medo de desacreditar e depois não ser mais aceito no clube dos bonzinhos...

    huhu, post polêmico.
    Só tenha medo de que o próprio deus queira intervir. Tibum! Um raio na cabeça do vinícius e fim de papo.

    ResponderExcluir
  11. "Um raio na cabeça do vinícius e fim de papo"

    Típico do grande ser misericordioso ¬¬

    ResponderExcluir
  12. post e comentários tensos demais pra serem comentados pela minha mente sonolenta. mas eu li.

    ResponderExcluir
  13. Realmente é um assunto foda de se discutir, por mais argumentos que os 2 lados (ateu e não-ateu) tenha, ninguém vai chegar a uma conclusão concreta nunca.

    A ciência tenta explicar coisas que para muitos são provindas do "Criador" , a ciência falha muitas vezes, ou seja, sempre teremos um caminho

    Deus, acreditar sem ter nenhuma prova.

    Ciência, acreditar tendo algumas explicações lógicas mas faltando muitas outras.

    Nem deus nem a ciência explica a origem do universo,
    Nem eu sei se eu estou aqui digitando isso agora
    ...

    ResponderExcluir
  14. O Rafael foi o que se expressou melhor, porque embora o texto seja concreto em afirmar que Deus não existe é uma coisa impossivel de se afirmar e explicar como uma pessoa que crê em Deus vive na miséria e uma que não é rica e se o contrário acontecer como explicar que foi Deus. Muito complicado, mas pelo sim pelo não, sempre peço ajuda pra Ele.
    Quem gosta de polêmica faz uma visita no meu blog. Post sobre as pulseiras do sexo http://u.nu/89s38

    ResponderExcluir
  15. Concordo ao dizerem que você está confundindo religião com Deus. Como eu mesmo confesso: sou cristão. Apenas me identifico mais com os 'costumes' e práticas da igreja batista. Mas acredito que Deus é onisciente. E Ele nos dá o livre arbítrio para escolhermos qual caminho queremos seguir: as 'coisas ruins' são consequências das nossas escolhas. Vai de cada um escolher o que quer seguir e fazer.
    Minha opinião
    =*

    ResponderExcluir
  16. Engraçado que quando eu uso argumentos contra Deus e religião, a unica coisa que conseguem usar contra mim é: Você está confundindo Deus com religião... Como se fossem conceitos perfeitamente simples e distintos...

    ResponderExcluir
  17. me adiciona no msn vinicius: abrantesdaniel@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Adoeci quando li isso! O meu conforto é que eu sei que esse mesmo Deus que você tem blasfemado até então, há de provar o quanto você está ERRADO...
    E não está muito longe disso acontecer!

    ResponderExcluir
  19. Muito boa a tua análise sobre a religião. E realmente, é algo difícil de discutir, pois são vários pontos de vista. Todos essas opiniões têm seus prós e contras. É cultura. :)

    ResponderExcluir
  20. religião é muito difícil de se discutir, mas é algo que eu gosto de debater. sou ateu praticante, e nada nem ninguém vai me fazer crer em um Deus - religião nem se fala... mantenho a concepção de que é um movimento cultural.
    já até vivenciei situações que poderiam me levarar a crer. mas o mundo tá aí como prova da inexistencia de um ser superior, todo poderoso, pai de todos e bondoso. se ele recompensa os bondosos porque a cada dia pais de família morrem na mão de criminosos? e se ele puni os pecadores o que aquele povo todo tá fazendo no nosso senado?
    se for pra crer em algo, que fiquemos com o poder da "mãe natureza".

    ResponderExcluir
  21. Rapá...
    Deus e religião não são problema meu.
    É perda de tempo sequer tu pensares se existe ou não. Pq se existe, tuas opiniões são merda. E se não existe. Tu só vais estar falando o óbvio pra um monte de gnt que nao vai te ouvir.

    Entao dane-se. Não dá pra provar nenhum dos dois mesmo...

    ResponderExcluir
  22. Liberdade de expressão é a base da sociedade democrática. Penso que todos tem o direito de se expressar. Mas temos o direito de discordar, e eu não concordo com esse seu texto!

    ResponderExcluir
  23. Alguém com uma forma de pensar simples,clara e objetiva.
    (ufa!)

    ResponderExcluir
  24. O único motivo para você não acreditar em Deus - ou pelo menos parece - é que a maioria acredita então você quer se destacar para parcer mais culto. Várias vezes estou me dando com ateus que não querem acreditar em Deus simplesmente porque não querem estar abaixo de ninguêm, não tem disciplina nenhuma.
    Em relação ao que vocês insistem em usar para tentar provar que Deus não existe é que coisas ruins acontecem com pessoas. Isso é uma coisa totalmente errada de se dizer, Deus deu o livre-arbitrio para todos, se você escolhe o caminho errado e esquece a Deus, simplesmente Deus não vai precisar ter de te livrar do mal se você esta caminhando em direção a ele. O mundo é governado pelo diabo, se você não quer seguir a Deus então Deus não tem que te proteger já que você não quer isso.
    Infelizmente nesse blog é difícil de discordar das idéias do autor pois sempre ele esta certo e quem discorda, errado.

    ResponderExcluir
  25. Victor Lopes:
    Cara, quer discordar? Apresente argumento. Você só está atacando sem argumentos nenhum.

    ResponderExcluir
  26. Rapaz.. eu entendo q tu prefira não acreditar em religião e em Deus.. tudo certo.. mas acredito que tu deveria dá uma lida melhor na Bíblia.. eu sei que a história de Noé, de Adão e Eva, são meio dificil de engolir, mas lê provérbios, lê o Novo Testamento, o que me fascina e me faz acreditar é como algo tão antigo como a Bíblia é tão atual. O mundo tá do jeito que tá por que? Eu te pergunto, se todos seguissemos os 10 mandamentos o mundo não seria um lugar melhor? Em especial aquele q diz "amai ao próx. como a ti mesmo".Eu acredito que sim, o mundo seria um lugar melhor, por isso eu acredito no que a Bíblia diz.. Eu costumo acreditar naquilo q se pod provar. Se eu já vi Deus? não nunca, mas eu consigo vê-lo em algumas situações, em alguns atos, em algumas transformações, então para mim Ele é real. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  27. Respeito todas as crenças. Religião, em algum nível, de alguma forma, é benéfica para as pessoas. Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  28. Olá amigo!

    Concordo com muito do que você, pra não dizer praticamente tudo. Só não sou tão extremista como você, já conversei muito com religião e existência ou não de Deus com muita gente, só que hoje eu acho que é um assunto que não vale tanto a pena ficar discutindo, pelo menos não pra mim que já tenho de certa forma uma opinião fechada.

    Eu acredito que a religião e a existência ou não de deus não deveria influenciar a vida de ninguém, por que no final das contas todos sabemos o que é certo ou errado, todos aprendemos isso se tivermos uma boa educação, independente de termos nascido em um berço católico, crente, espírita ou de qualquer outra religião. Não vou sair matando todo mundo só por que eu não por que não acredito em deus, e não estou afirmando que não acredito, por que afirmar que Deus não existe (ou que exista) é de certa forma como afirmar que eu tenho uma conhecimento que eu não tenho.

    O que eu vejo é que as pessoas dão muito importância a religião, sendo que no final das contas isso não importa, é claro que é muito fácil fazer coisas erradas e correr para os braços do ‘perdão’, ficar acreditando que o caminho de Deus é o único que salva, que só Deus me deu tudo e bla bla bla.

    Eu particularmente não tenho nenhuma ‘bira’ com religião nenhuma, e até acho interessantíssimo algumas religiões, como a espírita por exemplo, que se reúnem semanalmente para discutirem uma forma de evolução moral do individuo, que não te obrigam a fazer nada, apenas aconselham falando o que faz bem ou não (embora eu já esteja fugindo do foco agora...). A minha ‘bira’ são com as pessoas que se escondem atrás da religião, que acreditam que só quem segue sua religião são pessoas descentes e desacreditam e menosprezam todos os demais, esse tipo de pessoa é o que eu menos gosto.

    E como eu falei no twitter, se você é um merda, que só faz coisas erradas, existir Deus ou não, não vai fazer diferença, por que no final das contas você é um merda, você pode ir pedir perdão pra ele, mas no final das contas se você só fez merda, só fez coisa errada achando que podia fazer por que era da religião tal, se ele existir ele não te salvar só por que você era de uma determinada religião, e se ele não existir você vai ta tão fudido como todo mundo, e só vai ser mais odiado pelas merdas que você fica fazendo.

    Enfim, não vim para explicar, só pra confundir mesmo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  29. O texto é bem escrito, expressa a sua opinião, é bom ver gnt dando a cara pra bater, expressando a sua opinião, geralmente td mundo faz média pra tentar agradar todo mundo.
    Pessoalmente, eu acredito em Deus, acho q td teve uma origem e q com o pouco q aprendi sobre origem da vida, isso não é uma verdade absoluta no mundo científico.
    Acho q Deus é um apoio, q deu o dom da vida, Deus nos fez.
    Religião é um conjunto de verdades q cada acredita e como opinião, cada um tem a sua.
    Vc pode estar certo ou não, eu posso estar certa ou não, cada um acredite no que quiser.
    Mas as vezes td mundo deveria parar e pensar nos próprios argumentos, sozinho, sem dar satisfação pra ninguém.

    ResponderExcluir

ANTES DE POSTAR, LEIA ESSA MENSAGEM!!! É SERIO!!!

TODOS os comentários passam por moderação minha antes de irem ao ar, devido a pessoas que só fazem propaganda ou que xingam utilizando palavras agressivas demais. Não deleto comentários que contenham críticas, sejam boas ou ruins, afinal, todos tem direito de expressar sua opinião.

Bom, como eu ainda uso o Blogspot, as vezes o comentário só vai de segunda. Portanto, escreva sua mensagem, selecione-a e copie. Caso não receba uma mensagem dizendo que o comentário foi postado (mas ainda estará sob moderação), só cole de novo, que de segunda vai!

Esse é o Blogspot ferrando vocês!